Algumas coisas precisam ser lembradas

15 out

Estou iniciando a tradição de assistir o filme 300 a cada próximo semestre. Já tinha pensado em fazer isso de tempos em tempos, mas assim como outras várias coisas em minha vida, essa ideia foi deixada de lado para ser resgatada em um futuro que poderia muito bem não chegar.

300 é uma história de honra, dever e glória. Fala-se sobre trabalho, sacrifícios e amor.

Assisti 300 pela primeira vez quando era jovem e assim como todos os jovens tinha mais respostas que perguntas na minha cabeça. Isso dá uma certa segurança. Assistir esse filme me traz de volta parte desse sentimento de segurança e de alguma forma misteriosa me mostra um caminho para seguir (na vida).

Não que a cada vez que assista o filme eu me sinta perdido e precise desesperadamente de ajuda ou pense que vá precisar disso a cada 6 meses, mas de uma forma ou de outra é bom confirmar certas coisas. No pior dos casos vou estar assistindo um filme que gosto 2 vezes por ano.

Imagino que todas as pessoas tenham algo assim. Uma lembrança, um livro, um filme, uma música, uma pessoa ou até uma discussão nos comentários de um vídeo altamente obscuro do Youtube.

Eu tentei escolher outra coisa que não fosse 300 para cumprir esse papel. Algo mais poético e sério, mas não funcionou muito bem. Aparentemente um filme com 77% de suas cenas sendo compostas por homens musculosos quase nus correndo em direção a batalha é o que me traz respostas (na vida).

Algumas coisas precisam ser lembradas.