Archive | Musica de Quinta RSS feed for this section

Musica de Quinta #4 – O canto da cidade – Daniela Mercury

18 maio

Mais uma quinta-feira. Ah, que beleza.

Geralmente nas quinta-feiras, dou um tapa na cara do bom senso e vou dormir mais tarde do que seria correto. Tenho que acordar cedo nas sextas, mas o sábado e sua falta de horário pra acordar, estão aí.

Então, poderia estar dormindo ou fazendo algo de util, mas usarei esse tempo para comentar mais uma bela musica brasileira.

Uma canção fenomenal.

O canto da cidade – Daniela Mercury

A cor dessa cidade sou eu
O canto dessa cidade é meu
A cor dessa cidade sou eu
O canto dessa cidade é meu

Muitas pessoas, inclusive profissionais da alta criptografia, acham esses versos iniciais mais inexplicaveis que o Felipe Dylon um dia ter feito sucesso. Aliás, a musica dele (não me venha falar que ele tem mais de uma. Musa do Verão e pronto) merece estar aqui.

Enfim, a mensagem desses versos é simples:  pintores musicais.

Existem teorias sobre uma possivel poluição sonora causada por certos pintores. Ouvi relatos de um grupo de pintores do Acre que depois de um dia de trabalho (pensei em escrever “cansativo dia de trabalho”, mas lembrei que não existem motivos para pintores se cansarem), resolveram pegar as latas de tintas usadas e fazer uma bateria. Dos seis meliantes, dois foram mortos por cidadãos de bem que não suportaram o barulho e os outros quatro tiveram que passar por uma cirurgia para remoção de lata de tinta da cabeça.

Não gosto de gatos

Daniela Mercury mostra o quanto é genial e uma pessoa a frente do seu tempo e lá em 1992 já nos alertava sobre o perigo dos pintores musicais. Uma mulher que vê o futuro. Uma mulher visionária. Daniela Mercury é a versão feminina do Steve Jobs.

O gueto, a rua, a fé
Eu vou andando a pé
Pela cidade bonita
O toque do afoxé
E a força, de onde vem?
Ninguém explica
Ela é bonita

Agora sim, eu reconheço a dificuldade.

Creio que seja uma pista para um certo trajeto. Ela saiu do gueto (favela), passou pela rua (estrada) e foi na fé (igreja). O que exatamente esse trajeto significa, não sei. Ainda.

Ela não esconde que fez o trajeto a pé, então calculo que não tenha sido uma distância de grandes passadas. Mas pela cidade ser bonita, deve ter sido mais fácil enfrentar uma longa caminhada. É apenas uma teoria, afinal, o Sam carregou o Frodo do Condado até Mordor e foram de a pé. Não que tivessem muita opção…

Quanto ao tal “afoxé”, não creio que ela se refira a força de alguém tocar o tal instrumento. É um easter egg às pessoas que suportam fortemente o som maldito. Não sei de onde essas pessoas tiram forças para suportar o som do afoxé, mas é bonita.

Uô ô
Verdadeiro amor
Uô ô
Você vai onde eu vou
Uô ô
Verdadeiro amor
Uô ô
Você vai onde eu vou

Uma referência clara a gêmeos siameses. Uma mente treinada como a minha, identificou isso no primeiro “Uô ô“, mas qualquer idiota deve ter percebido isso com o  “Você vai onde eu vou“.
Mas não são simples gêmeos siameses. São gêmeos siameses que se amam. Um verdadeiro amor.
Não diga que não me quer
Não diga que não quer mais
Eu sou o silêncio da noite
O sol da manhã
Ah, por favor. Se vocês são gêmeos siameses que se amam (verdadeiro amor), não precisa ficar implorando para não ser chutada. O gêmeo siamês numero 2, vai continuar te amando. Afinal, além de ser o verdadeiro amor, você é o silêncio da noite E o sol da manhã.
Pode bater no peito e dizer que seus pergonagens são melhores que os do Ian McKellen.
Mil voltas o mundo tem
Mas tem um ponto final
Eu sou o primeiro que canta
Eu sou o carnaval
Fiquei interessado em saber como contaram as voltas do mundo e mais interessado ainda em saber o que é esse “ponto final”, mas aí lembrei que a Mercury é uma visionária e deixei de me preocupar. Agora estou interessado em saber o que seria da Apple se ao invés do Jobs, a Mercury estivesse no comando. Acho que se chamaria “Afoxé”.
Está belíssima musica termina de uma forma complexa:
“Eu sou o primeiro que canta
Eu sou o carnaval”
Pensei no que diabos isso poderia significar e então me dei conta que é uma referência clara a campeã do carnaval de 1992. Os unicos desfiles carnavalescos que ainda hoje mantém uma certa imponência, são o carioca e o paulista. Fiz uma pesquisa rápida e a escola Estácio de Sá foi a campeã carioca e a Rosas de Ouro campeã paulista. Você deve estar se perguntando “E aí?”. E aí, amigo, que os enredos das escolas campeãs, são mais alguns easter eggs.
A Estácio de Sá usou de “Paulicéia Desvairada – 70 anos de Modernismo“.

A Rosas de Ouro foi de “Non Ducor Duco, Qual é a minha cara“.

 

AH-HA

Yeah, baby

Descobrimos como a Daniela Mercury faz para ver o futuro: TECNOLOGIA. Pesquisarei mais sobre isso e depois lhes contarei, pois a pergunta de real importância, está prestes a ser respondida.

Quem são os irmãos siameses?

SIM! SIM! SIM!

Pepê e Nenem são as gêmeas siamesas!

Como eu cheguei a essa conclusão? Simples. Uma musica da dupla Pepê e Nenem que fez muito sucesso foi “Mania de Você“. Outra belíssima musica, aliás. Nenhum easter egg pode ser mais claro que esse.

——————————————————

Ah, como eu adoro essas musicas.

 

Música de Quinta #3 – Tchau Pra Você – Calypso

4 maio

Estava eu, jovem de beleza exótica e inteligência única, saboreando meu café e ouvindo alguma musica do Eddie Vedder quando vejo no Twitter que o Senhor Sicko postou seu post de quinta-feira, também conhecido como 5ºx1. Em meio a tanta beleza do post dele, percebi que hoje era quinta-feira. Estou de férias e já não me importo com os dias da semana.

Coloquei meu café de lado, pausei a tal da musica do Eddie Vedder e me preparei psicológimente para ouvir uma musica do Calypso, também conhecido como Orquestra Sinfônica do Pará.

~tchau pra você – calypso~

* Não vou comentar a coreografia. Ela é tão boa que comenta por si só.

** O nome do “eu-lírico” será Vanessa.

*** Mulheres que trabalham em um aeroporto, são aeromoças. Só as gostosas, claro.

Uou, uou, uou, uou
Eu não jogo mais conversa fora.
Dessa vez me decidi,
Seu caso é complicado e não tem
mais conserto.

Os mais atentos perceberam que Vanessa é uma aeromoça. Para ela ficar repetindo “uou” que também é conhecido como “bem-vindo ao nosso páis” ela tem que estar em um aeroporto. Mais precisamente na saída do avião, saudando os passageiros.

Mas ela não faz aquela tarefa a muito tempo. Repararam no “eu não jogo mais conversa fora”? Sim, ela era uma das responsáveis pela venda de passagens e ficava o dia inteiro no MSN. Jogando conversa fora. Aposto que foi pega mostrando os seios na webcam, foi caguetada, virou piada no aeroporto e mandada para a fila de boas vindas. Coitada.

Parece que ela também precisa fazer uns bicos para aumentar sua renda. Algo que ela deveria concertar é complicado e não tem mais jeito. Aposto que ela também é mecânica de aeronaves e não conseguiu consertar uma turbina qualquer.

Vanessa dando uma geral no avião.

Quer transformar a minha vida
Em uma novela de tv, onde o ciúme
é o dono da situação.

Olha só. Acho que um roteirista de TV, viu o quanto a vida dela era atraente e quer transformar numa novela. Um novela de TV! Mas não contente, o tal roteirista quer colocar ciúme na história. Quem aposta em um triângulo amoroso entre a Vanessa, um piloto de um jatinho e a mulher com voz sexy que fica falando os horários dos vôos?

Tô de saco cheio,
não dá mais pra aturar.
A sua maldita obsessão,
Eu bem que tentei por várias vezes
conversar, mas você só vinha com quatro
pedras na mão.

Sempre achei que aeromoças fossem educadas. Não consigo imaginar uma delas falando “tô de saco cheio”. Mas talvez a Vanessa estivesse no seu horário de mecânica. Descobrimos que a obsessão de alguém é o que a está deixando de saco cheio. Que tipo de obsessão? Será se a pessoa do MSN fica chamando a coitada toda hora? Imagine aquele barulhinho irritante. O dia inteiro. Entendo o motivo dela ficar de saco cheio.

Ela diz que tentou manter a conversa no MSN, mas a tal pessoa sempre estava com quatro pedras na mão. Uma referência clara a malabaristas. O que Vanessa diz ser pedras, na verdade são bolas de tênis e é um idiota qualquer que deixa uma foto de si mesmo fazendo malabarismos no avatar do MSN. Odeio essas pessoas. Block.

Meu amor arrume as malas que eu vou
viajar, tchau good bye pra você.
Nova York, Cuba, Toquio pra qualquer lugar
bem longe de você.

Finalmente descobrimos quem é que está atormentando Vanessa no MSN. Por causa da insistência dessa pessoa, ela foi pega se exibindo na webcam e mandada para a fila de boas vindas, mas a pessoa não satisfeita com um vislumbre rápido dos seios de Vanessa, quer mais. Sim, amigos. Quer mais. Tenho certeza que a conversa que a pessoa estava tentando manter com Vanessa, era para marcar um encontro. Vanessa só um pouco idiota, viu que se aceitasse sua vida estaria correndo perigo e negou, a pessoa ficou ainda mais furiosa e por isso, Vanessa vai fugir do país.

Você ainda não descobriu quem é? Amador. Preste atenção nessa parte:

Meu amor arrume as malas que eu vou
viajar, tchau good bye pra você.

É claro que ela está falando com um empregado. Exatamente por isso ela precisava de dois empregos. Para pagar suas contas e o salário do empregado.

Difícil até para a minha mente bem treinada saber quem é o empregado. É de se imaginar que ao dar “tchau, good bye” o empregado tivesse alguma noção da lingua inglesa, não? Pois é, tenho três teorias sobre a identidade do tal:

A) É um mordomo. Estilo o Alfred para o Bruce Wayne.

B) É um outro empregado do aeroporto. Acho que boa parte dos empregados dos aeroportos tem alguma noção de inglês.

C) É uma pessoa sem noção de lingua inglesa. A Vanessa pode ter ficado nervosa e sem querer jogou palavras inglesas na conversa.

Mas independente de quem é o empregado, tendo noção de inglês ou não, ele não gostou de ser mandado fazer as malas para a pessoa que ele esteja perseguindo. Que história complexa.

Sabemos que Vanessa queria fugir para:

Nova York, Cuba, Toquio pra qualquer lugar
bem longe de você.

São bons lugares para se esconder de alguém, como já fiz tantas vezes, mas eu não disse para meus perseguidores o meu destino. Vanessa fez isso.

O que eu acho que aconteceu:  o empregado/perseguidor matou e esquartejou a Vanessa, mas não antes de tirar uma foto homenageando o MSN. Sabe?

Romântico, ninguém pode negar.

Imagine Vanessa como sendo o verde. Ela está morta e o empregado/perseguidor precisa ficar atrás para mante-la em pé.

Se o empregado/perseguidor morreu, eu não sei. Talvez ele esteja nos seus contatos no MSN. Vá lá e procure alguém que esteja com a maior quantidade de emoticons possíveis no nome. Não é essa pessoa. O assassino é alguém inteligente e pessoas inteligentes não usam emoticons no nome.

Eu me sinto mal em saber que posso estar virtualmente perto do assassino de Vanessa. Se sente assim, também? Mande o link desse post para seus contatos no MSN. Apenas os de confiança! Faça isso no Twitter e Facebook, também. É só clicar nos links no final do post.

Alguém imaginava que uma história tão complexa estaria escondida nas letras de uma musica do Calypso?

Musica de Quinta #2 – Pense Em Mim – Leandro e Leonardo

27 abr

Ah, é incrível o nível das mais belas músicas brasileiras. Estão em um nível pouca vezes alcançado. Esses dias, ouvi um funk que me deu a real idéia de como deve ter sido estar ~de boa~ no mar e o Titanic cair na sua cabeça.

Mas por enquanto, não quero inserir funk nesse soberbo blog.

E vou começar esse post rápido, afinal Os Vingadores estréia amanhã e quero continuar a maratona.

Pense Em Mim  – Leandro e Leonardo

Como chamarei o “eu-lírico” essa vez? Tem que ser um nome que domonstre poder, sabedoria e imbecilidade… CHICO.

Não, não é Francisco. É CHICO.

 A história de Chico começa com ele nos dando um resumo rápido de sua vida amorosa. Sua amada deu uma cotovelada no seu nariz e correu para os braços de um outro cabra. Chico, que deve ser um merda, ao invés de LUTAR pela sua AMADA, fica de #mimimi. Seu mlk! Você não merece ela, estúpido.

Invés de você ficar pensando nele
Invés de você viver chorando por ele

Opa! Parece que o relacionamento entre a biscate o outro não está muito bem.

Pensa em mim
Chore por mim
Liga pra mim
Não, não liga pra ele
Pra ele
Não chore por ele

Aqui. Foi aqui que o CHICO se complicou. Ele tinha a xícara e a cafeteira na mão, mas foi um mlk e não aproveitou a oportunidade. Deveria se manter afastado. Observar o relacionamento da biscate e do outro se acabando e no final chegar como o ombro amigo. Se o serviço fosse bem feito, rapidamente ele subiria para o pedestal, mas o tapado, continuou com o #mimimi.

Se lembre que eu há muito tempo te amo, te amo, te amo
Quero fazer você feliz
Vamos pegar o primeiro avião
Com destino a felicidade
A felicidade pra mim é você

Ah, seu grande FDP. Qual seu problema? Teve coragem de chegar na biscate que te trocou por outro macho e disse que a muito tempo a ama? A ama, a ama…

Gostei da idéia de “vamos pegar o primeira avião”. Você poderia fazer algo meio “se você não é minha, não será de mais ninguém” e enfiar o avião na primeira pedreira que ver, mas ao dizer que o destino do avião era a “felicidade”, me surpreendeu. Até que não foi ruim. Agora, dizer que a biscate é a “felicidade”, me surpreendeu. Tu chegou no fundo do poço, parceiro. Desista dessa biscate. Sério. Desista dela.

Mesmo que ela termine com o outro e volte para seus braços, ela sempre saberá o quão FRACO você é. Você disse que ela é a felicidade.

Parabéns. Chegou num nível abaixo dos caras que se casam ao som da marcha imperial.

Não te respeito, Chico.

 

Musica de Quinta #1 – Leilão – Cesar Menotti e Fabiano

19 abr

Já a algum tempo tenho pensado em um espaço musical aqui no BEC, mas queria fazer algo bárbaro. Nada de “musica do dia” ou “musica para começar bem a semana” ou “musica para enlouquecer seu macho”. Não. Algo de beleza indescritível.

Ultimamente tenho prestado mais atenção do que o normal para as letras de musicas e percebi que muitas delas não fazem o menor sentido ou na melhor das hipóteses, são engraçadas.

Depois de chegar do trabalho (muitas outras pessoas colocariam “chegar cansado do trabalho”, mas sou um espartano e não me canso) por algum motivo, queria ouvir Leilão do Cesar Menotti e Fabiano. Musica que carrega muitas lembranças. Lembranças de uma vida melhor.

Fui no Youtube, procurei pela maldita e achei. Foi ouvir e senti a magia entrando pelo meu corpo.

É basicamente a história de amor mais foda e bizarra de todas.

Leilão – Cesar Menotti e Fabiano

Estou a beira da loucura
Ninguém mais me segura
Tô fora da sua vida
Eu já fui

OK, logo no começo percebemos que o “eu lírico” está numa fase ruim. O coitado está na beira da loucura. Digamos que o eu lírico seja o carro e pra baixo seja o estado mental conhecido como “loucura”:

Ah, amigo. O que você fez da sua vida?

 

E pra melhorar a situação, se nosso amigo cair, ninguém mais o segura. É pra acabar de vez.

Acredito que o “Tô fora da sua vida” seja uma mensagem clara. A “vida” é logicamente a pista. Ou seja, ele está fora da pista, por isso está na beira do abismo (que sabemos ser a loucura). O “Eu já fui” quer sabiamente dizer um “Adeus”. O carro caiu no abismo. O Eu Lírico está na loucura.

Quero a minha liberdade
Posso até sentir saudades
Sei que custa dominar o coração
Mas meu amor não dá mais
Pra você tanto faz
Eu me entrego
Eu já fui

É aqui que percebemos o quanto as coisas estão piores do que imaginado. Vamos chamar o Eu Lírico de “Laurent”? Um nome fabuloso e de alto garbo. Bom o Laurent após cair de carro na louc… digo, abismo, ficou preso lá embaixo.

Será se ele teve que comer a própria perna pra se manter vivo? Vamos torcer que sim.

Como imaginado, o abismo era alto o sulficiente pro Laurent sentir saudades de quem quer que tenha esmagado seu coração.

Na frase “Sei que custa dominar o coração” claramente percebemos que o “coração” é um outro modo de dizer “monstro que me impede de subir a montanha”. Ah, é difícil dominar o monstro, não?

O Laurent ao perceber que não vai conseguir fugir de lá, acaba desistindo e diz que não dá mais. Magoado, diz que tanto faz. Ele se imagina entregue aos aconchegantes braços da morte e mais uma vez nos lembra que ele já foi. Já foi pra loucura, claro.

Eu quero a felicidade
Saber na verdade
Quem gosta de mim

Nesse trecho, acredito que antes dele morrer tenha decidido morrer feliz e pra alcançar essa tão sonhada felicidade, precisa saber quem gosta dele. Ah, que lindo.

Eu vou fazer um leilão
Quem da mais pelo meu coração
Me ajude voltar a viver
Eu prefiro que seja você

O gênio que nos escreveu essa música, usou de uma tática que o George R.R. Martin usa em As Crônicas de Gelo e Fogo. Diz que algo importante aconteceu, mas prefere não narrar o acontecido. É util.

Muito pode ter acontecido com o Laurent. Prefiro imaginar que ao decidir morrer, ele tenha mordido o pé do monstro e o monstro para se vingar, arremessou uma LANÇA no braço esquerdo do Laurent. Não o matou, mas acabou com  o braço.

Pensando como um criminoso e agindo pelo submundo da parte de baixo do abismo, o Laurent resolveu procurar um novo braço esquerdo, mas onde? No Mercado Negro.

Sim, comprar partes de corpos em bom estado/usado/pouco usado é no mercado negro. Mas como ele iria comprar? Com dinheiro. Qual dinheiro? O dinheiro que ele ganharia no leilão pelo seu próprio coração!

SIM, amigos. Mostrando um nível de loucura extrema, o Laurent decidiu leiloar o CORAÇÃO para comprar um novo BRAÇO. Esse Laurent não é fácil, viu.

Segundo meus informantes, um coração humano em bom estado, pode valer mais ou menos 220 mil. Acho que é dinheiro sulficiente até pra fazer um braço nascer no meio da testa.

O Laurent não contente em vender o coração, ainda quer escolher o comprador. Bom, ele talvez queira que seu coração seja bem tratado, por isso a escolha.

Eu vou fazer um leilão
Quem da mais pelo meu coração
Me ajude voltar a viver
Estou aqui tão perto
Me arremate para você.

Ele já estava louco e agora sem coração, começou a repetir falas, mas antes da história acabar, descobrimos que o comprador escolhido pelo próprio Laurent era alguém que estava ali por perto. Quem seria? Prefiro acreditar que o monstro foi o comprador.

——————————————————-

Bom, depois dessa fascinante e complexa musica, vou ali beber um café e pensar no que compraria com 220 mil. Até.