Música de Quinta #8 – Cheia de Manias – Raça Negra

7 fev

Nesse mundo confuso e maluco que vivemos, nada mais justo que uma música que homenageasse as meninas bonitas. Elas são o motivo de todas as coisas que faço; desde escovar os dentes, até ter um blog. Se pararmos para pensar, as meninas bonitas são responsáveis pela evolução da raça humana. Sem meninas bonitas para impressionar, ainda viveríamos em cavernas e nossa tecnologia iria evoluir até o ponto do Playstation 2, após isso, não teríamos motivo por mais evolução. É por elas que estudamos, por elas que trabalhamos e por elas que vivemos.

scarlett-johansson-e1343499122462

oi scar, sua menina bonita

 

Que os deuses abençoem as meninas bonitas.

Cheia de Manias –  Raça Negra

Cheia de manias
Toda dengosa
Menina bonita
Sabe que é  gostosa

Ah, mas essa é a descrição perfeita de uma menina bonita! Dotada de manias (manias fofas, importante dizer) e dengosa (se fechar os olhos até consigo vê-la fazendo biquinho). Claro, como todas as meninas bonitas, ela sabe que é gostosa.

Ainda é cedo para apontar a direção que essa historia está indo, mas apostaria que nossa menina bonita é uma aluna de uma academia e com suas manias e dengo, fez um jovem rapaz que estava ali apenas para fazer supino, se apaixonar por ela.

Com esse seu jeito
Faz o que quer de mim
Domina o meu  coração
Eu fico sem saber o que fazer
Quero te deixar
Você não quer, não quer

Porra, sou muito bom. Fiz uma boa aposta e a menina bonita é realmente uma das meninas bonitas da academia. Como posso saber? Simples. A música se passa pelo ponto de vista do rapaz- supino. É ele que tem o coração dominado e que fica sem saber o que fazer. Eu, pessoa atlética e frequentadora de academias, consigo identificar sinais que você, seu gordo, não consegue.

Claramente temos aqui um caso clássico de alguém que de tão apaixonado que está, acaba deixando sua série de exercícios de lado apenas para admirar a menina bonita. Confesso que sou uma pessoa que já sofreu desse mal, aliás, teve uma voz que quase deixei uma barra cair no meu pescoço, pois uma menina bonita tinha roubado minha atenção.

O jovem rapaz-supino da música fica sem saber o quase fazer, pois quer fazer seus exercícios, mas também quer ficar perto da menina bonita. Por fim, acredito que depois de muito sofrimento, ele decide deixa-la, mas ela, menina bonita, cheia de manias e toda dengosa, “não quer”.

Mas que menina bonita cruel.

Então me ajude a segurar
Essa barra que é gostar de  você
Então me ajude a segurar
Essa barra que é gostar de você, êh

O quão longe uma menina bonita pode levar um jovem rapaz, hein? O coitado deve ter engolido todo o orgulho e agora está pedindo para a menina bonita ajuda-lo a levantar barras. Olha, não sei, não, mas acho que ele foi longe demais. É obrigação dele levantar todos os pesos disponíveis na academia apenas para impressionar a menina bonita, mas pedir para que a mesma o ajude? Jamais.

Você foi longe demais, rapaz-supino. Torço para que uma das manias da menina bonita seja arremessar pesos de 15 kg em cabeças alheias.

Didididiê
Didididiê
Didididiê

Ah, isso aqui é um easter egg para marombeiros. Poucos sabem, mas “Didididiê” é a tradução austríaca (Schwarzenegger nasceu na Áustria) para “No pain, no gain”, um dos lemas para marombeiros.

Aliás, Schwarzenegger (um grande amigo) acaba de me dizer pelo chat do Facebook que não existem meninas bonitas na Áustria. Por lá, existem “schönes mädchen”.

Se estou na sua casa  quero ir pro cinema
Você não gosta
Um motelzinho você fecha a  porta

Aqui estamos tendo exemplos de alguma das manias e dengos da menina bonita. Não gosta de sair de casa direto para o cinema, no motelzinho gosta de fazer coisas de porta fechada (achei educado da parte dela) e etc.

O rapaz-supino está reclamando demais. Menina bonita, largue dele e comece a dar em cima da professora de aeróbica, por favor.

Então me ajude a segurar
Essa barra que é gostar de  você
Então me ajude a segurar
Essa barra que é gostar de você,  êh

Rapaz-supino pediu ajuda a menina bonita, mais uma vez. E creio eu, pela ultima.

Menina bonita, educada que é, aceitou ajudar, mas “acidentalmente” derrubou a barra no pescoço do rapaz-supino.

Didididiê
Didididiê
Didididiê

Ela, bonita e de certa forma responsável pela morte, olhou para o corpo sem vida do rapaz-supino e com sua doce voz, sussurrou “didididiê” em seu ouvido.

Quando se trata de meninas bonitas, “sem dor, sem ganho”.

 

~~

Cheia de Manias é uma linda música. Sempre gostei dela, mas a música tomou uma proporção surreal depois que uma galera decidiu fazer versões indies de sucessos do Raça Negra. Sou suspeito a dizer, mas Cheia de Manias ficou excelente.

Didididiê